Casamento Fracassado!

ter, 27/04/2010 - 16h00

Por favoir amigas me ajudem!

Bom, vou tentar resumir ao máximo minha história:

Há quatro anos vivo com meu marido, hj. pai da minha filhina de 2 anos e meio!Desde o início tivemos uma relação mutio conturbada, inclusive com muitas agressões físicas pois, devido ao excesso de álcool ele sempre se descontrolava e eu também!No final de 2006 resolvi engravidar, e essas brigas deram uma pausa, hj. em dia voltaram à tona!Pelo excesso de álcool da parte dele.Fazem 3 meses que não sinto mais vontade sequer de ter vida sexual com ele.È complicado pq. quando ele está sóbrio, implora meu perdão e diz que isso não mais vai acontecer, e depois de um tempo, tudo volta novamente.

Tenho 35 anos e estou fazendo minhaPos Graduação, não sou leiga, tenho conhecomentos vários, mas quando chega na parte emocional, me sinto uma fracassada por não ter forças de ir embora e deixá-lo de vez pq. sei que esta relação já chegou ao fim!

Recentemente conheci um rapaz 10 anos mais jovem que eu, ainda não nos envolvemos, conversamos muito por e-mail, e já nos encontramos p/ conversar, mas ainda nã rolou nada!Talvez o fato da minha carência esteja fazendo com que eu me apaixone por ele,mas não sei ainda que rumo tomar!Ele me parece sincero em suas intenções apesar de ter namorada, dar a entender que quer me assumir1Ai estou confusa!

Leia Também

8 comentários no Vilaclub

Comente!
NOME Nilza Helena Geraldino Borges
qua, 12/05/2010 - 16h49 - reportar abuso

Amiga muito cuidado cm essa nova relação, pois dificilmente eles se separam. Se quiser tentar, va em frente mas conciente do que poderá não acontecer. A vida passa muito depressa, devemos ser feliz hoje.Tudo em nossas vidas são escolhas, certas ou erradas, só da pra saber se forem feitas.Boa sorte.

responder ao comentário
NOME maria aparecida maciel duarte
qua, 28/04/2010 - 14h24 - reportar abuso

É muito facil resolver os problemas dos outros , dificil é resolver os nossos .Já percebeu isso ? São tantas opiniões , mas na verdade todos falam porque o problema não lhes pertencem, é facil dizer mas agir tomar atitudes é uma decisão muito dificil , mas não que seja impossivel . Sei que tudo que vc esta vivendo com certeza é muito dificil, mas coloque tudo na balança e pense no melhor para vc e sua filha , não se iluda com palavras bonitas seja realista e não deixe que sua carência deixe vc tomar atitudes precipitadas, com certeza se um dia vc se separar de seu marido vc encontrará uma pessoa que com certeza te dará o valor merecido , como te falei não se iluda com belas palavras pra mais tarde não se arrepender. A unica coisa importante no momento é SEJA FELIZ ,busque sua felicidade e no momento só vc pode descidir o que fazer ouça seu coração e nunca pense que vc é uma mulher fraca ,MUITO pelo contrário por tudo que vc passou e passa VOCÊ É UMA MULHER GUERREIRA , e vc com certeza no momento certo saberá a decisão certa a tomar. Desejo a vc muitas felicidades e que vc saiba descidir o que é melhor pra vc e sua filhinha !!!! bjos de sua amiga!!!! Cida

responder ao comentário
NOME cleusa de jesus moraes iropi
qua, 28/04/2010 - 10h30 - reportar abuso

Bem, tao dificil opinar!!!!, porém posso dizer sobre minha experiencia com viciados!!!!, meu pai era viciado em alcool, e por mais que tentamos nao conseguimos livrar ele disso, participamos de alcoolicos anonimos, participamos de reuinoies de auto ajuda, e por um tempo surtiu efeito, depois tudo volta a ser como antes, e a medida que o tempo passas as coisas sempre pioram, e o pior que voce passa a ficar traumatizada, pois nunca sabe como essa pessoa chegará em casa, e quando a visitas ou qualquer situaçao, que te exponha voce fica em desespero, pois sempre é terrível, !!!. Quanto a se envolver com outra pessoa, tome cuidado, procure resolver voce e sua vida primeiro com sua filha e nao se engane viviados sempre será viciado!!!!, somente ele poderá fazer algo por ele!!!!, voce jamais conseguirá caso ele o seu marido nao quizer. Faça uma reflexao de sua vida, e procure o que mais sensato poderá ser feito, para voce e sua filhinha. nos de notícias um grande abraço - fique com Deus!!!!!

responder ao comentário
NOME IZABEL CRISTINA DA SILVA
qua, 28/04/2010 - 08h27 - reportar abuso

Amiga, penso que em 1º lugar, você deva ter uma coversa franca com o seu marido para saber se ainda existe chance de viverem juntos. Analise a dificuldade dele em deixar o vício de beber, até porque pelo visto isso já acontece a muito tempo. Você é jovem e pode recomeçar a sua vida mas, analise também se realmente você esta gostando desse rapaz ou apenas se apoiando devido ao seu problema. sair de uma relação e entrar de cabeça em outra, dá certo em novela na vida real...Boa sorte !

responder ao comentário
NOME G P
ter, 27/04/2010 - 18h15 - reportar abuso

Sempre há luz no final do túnel, mas o túnel tem várias bifurcações, cada qual com um caminho diferente, com suas curvas, suas barreiras, sua distância a ser percorrida, até se chegar à luz. É claro que um relacionamento que tem uma criança envolvida, é de se pensar na família em primeiro lugar. Se existe como tornar essa família feliz, eu digo que com certeza sim, mas e o caminho, o comprimento do túnel, as curvas e barreiras compensam? Só o teu coração tem essa resposta. Outros caminhos parecem mais sedutores, um novo amigo, um novo romance, atenção, carinho, toda aquela expectativa do desconhecido. É legal, é interessante, mas será que esse é o momento correto? Será que não é melhor terminar esse túnel do casamento antes de começar outro? Acho que os seus sentimentos começaram a tomar forma quando você começar a resolver a tua vida. Quando você olhar lá dentro de você e souber o que você quer pra você. Uma alternativa mais fácil é primeiro listar o que você não quer. Começando por ai, tire da tua vida tudo que te incomoda, custe o que custar, porque vale muito a pena. Depois, ai sim é hora de olhar pra dentro do teu coração e decidir que novo caminho trilhar. É chato encorajá-la a deixar o teu casamento, mas sabe, eu particularmente não acredito em viciados. Eu jamais colocaria a minha felicidade na recuperação de uma outra pessoa, que depende só dele, e que eu não tenho influência nenhuma. Eu coloco a minha felicidade somente nas minhas mãos e é por isso que conheço o que me faz feliz e quais os meus limites. Você tem que criar coragem para reagir e tomar as rédeas da tua vida. É você quem tem que fazer as coisas acontecerem. Independente de pena, independente de carência, independente da expectativa, você tem que fazer acontecer.

responder ao comentário
Veja mais comentários

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas