Como saber se preciso de um "psicologo"

Qui, 14/05/2009 - 12h12    |   Reportar abuso
Por ane

Como saber se preciso de um \

Embora já estejamos no século XXI, muitas pessoas têm vontade de fazer psicoterapia, mas o preconceito e a vergonha, as impedem de procurar um profissional.

Ainda há pessoas que se sentem infelizes, angustiadas e nada fazem para mudar, valendo-se da crença “sou assim mesmo...”. E o pior, acreditam que não podem mudar. Mesmo cada um tendo o direito de ser como quiser, todos podemos buscar viver melhor, mas muitas vezes isso envolve mudanças. É preciso diminuir o preconceito que ainda existe, e para isso só há uma forma: informação. Na realidade o preconceito existe apenas por falta de conhecimento.

Você já reparou que quando procuramos alguém para desabafar, o outro sempre tenta contar a sua própria história e ficamos com a sensação de que não fomos ouvidos? Isso acontece porque o outro pode pensar que a experiência dele vai lhe ajudar, e realmente pode ajudar; mas o que acontece mesmo é que todos estão tão ansiosos para falar, que nem percebem o momento e a dificuldade de quem os procura. E naquele momento você precisava de alguém que o ouvisse com atenção e pensasse junto para aliviar a dor e ajudá-lo a trilhar um novo caminho. É nisto que o processo psicoterapêutico se difere.

A Psicologia com suas técnicas científicas pode realmente ajudar as pessoas a viverem melhor, pois o objetivo maior é o autoconhecimento. É preciso deixar claro que quando se procura um profissional, ele não está lá para dar conselhos, julgar, dizer se você está certo ou errado, mas sim para pensar junto e ajudá-lo a chegar na essência de quem você realmente é.

O importante é procurar um profissional com sensibilidade para entender sua dor e que lhe faça sentir acolhido. Lembre-se que procurar ajuda terapêutica é um sinal de coragem e maturidade.

Mas infelizmente, o preconceito mistura-se com a ignorância, fazendo com que muitos deixem de se beneficiar do trabalho terapêutico, pois participar deste processo ainda é considerado “coisa de louco”, quando na realidade, a alienação de si mesmo é que se torna o maior gerador de conflitos.
Abaixo segue algumas informações básicas:

CRENÇAS PARA NÃO PROCURAR PSICÓLOGO(A):

- preconceito - “não sou louco” / “é frescura”

- falta de informação

- valor elevado - “é caro” / “é só para rico”

- medo - de mudar, se tornar dependente e fazer o que o profissional quer

- sou suficiente, não preciso de ninguém

- vergonha

- não gostou ou não adiantou quando procurou anteriormente


CAUSAS MAIS FREQUENTES QUE FAZ COM QUE AS PESSOAS PROCUREM:

- separação

- perda ente querido

- dificuldades nas relações

- pesadelos

- doenças (depressão, infarto, alcoolismo, pele, adicção, medos, fobias, pânico, câncer, HIV+, etc)

- elevar o autoconhecimento

CAUSA REAL:

- Necessidade se encontrar – “self” , o verdadeiro EU, sua essência.

PROCURAR UM PSICÓLOGO QUANDO SENTIR:

- angústia

- tristeza profunda e prolongada

- doenças/sintomas freqüentes

- conflitos nos relacionamentos

- agressividade

- vítima de maus-tratos

- abuso físico, sexual e psicológico na infância

- pesadelos freqüentes

- necessidade excessiva de agradar

- busca incessante de aprovação e reconhecimento

- não saber lidar com as próprias emoções, nem tem controle das mesmas
- insegurança

- auto-estima baixa

- falta de amor-próprio

- necessidade em elevar o autoconhecimento

- ou qualquer sentimento ou situação que não saiba como lidar

BENEFÍCIOS AUTOCONHECIMENTO:

- redução de aspectos negativos

- maior controle emocional

- consciência maior das origens dos comportamentos

- ausência conflitos emocionais

- sentimentos mais facilmente identificados

- melhor relação consigo mesmo e com os outros

- equilíbrio razão X emoção

- necessidade de aprovação, reconhecimento e/agradar diminuem

- sintomas doenças tendem diminuir ou desaparecer

- auto-estima e amor-próprio aumentam

- paz interior

“Dizem que sou louco por pensar assim,se eu sou muito louco,por eu ser feliz, mais louco é quem me diz e, não é feliz, não é feliz...”



Comentar

Comentários (
11
)


0 relevância

Fran

postado:
05/06/2011 - 18h41

Olha Acho que tem coisa na minha vida, no qual estao mal resolvida, preciso me entender e viver de forma diferente, tenho muito trauma de qdo pequena, não confio mto em ninguem e depois de uma percar de um relacionamento não consigo ser feliz com ninguem, me ajudem??
quero saber se preciso procura um psicologo para superar isso??
beijus

0 relevância

sil

postado:
06/06/2010 - 09h43

adorei tudo que vc disse

Estou precisando de uma amiga assim... me add

0 relevância

paloma

postado:
21/09/2009 - 20h42

concordo !!!!!!!!!!!!!!!!

ane, valeu por expor o assunto que é tabu.
faço analise a 5 anos, por q preciso entender meus sentimentos, olhar pra denro de mim, conhecer melhor a mim mesma. nunca tive resistencia a isso por q sempre vi como um suporte, uma tabua de salvaçao pra minha vida.
sou neurotica demais, cara, sou ansiosa, e detesto isso.
minha famiia é preconceituosa, e é dificil manter a analise que custa caro, mas esse é um plano de vida. quero chegar aos 40 muito melhor que hoje. uma pessoa segura, equilibrada e por tanto mais feliz.
gostaria de ter vc no meu grupo de amigas. bjs

0 relevância

postado:
29/07/2009 - 09h46

sindrome

gostei muitooooooo!

0 relevância

postado:
14/07/2009 - 13h51

do Pq?

eu quero saber por quer o meu namorado não chega a hora h não goza?

0 relevância

Marco (Perfil Inativo)

postado:
04/06/2009 - 13h47

Funciona?

Funciona muito!!!
Adorei sua matéria, sempre procuro questões ligadas a esse assunto e vejo que cada vez mais as pessoas estão "baixando a guarda" em relação a isso. Não é facil dar o primeiro passo, até porque é custoso em todos os sentidos da palavra, tirar dinheiro para um tratamento que a pessoa não tem certeza do resultado, que as vezes dura anos, onde você vai facear seus medos e anseios mais profundos, onde você pode mudar toda uma vida que está tão arrumadinha...
Temos que discutir mais e encorajar pessoas que realmente precisam a procurar um profissional e iniciar um tratamento sem medo. Isso com certeza muda tudo na vida.
Parabéns pela matéria, muito esclarecedora!!!

0 relevância

docarmo

postado:
15/05/2009 - 09h33

amei

amiga vejo que preciso de tratamento,já passei por coisas triste na minha infancia,fui molestada por dois tios,fui rejeitada pela minha mãe,descobri que era minha mãe pela boca de vizinhos,quando já tinha 8anos.achava que ela era minha irmã.tenho problemas no meu relacionamento,sou muito insegura.me adc bjs

0 relevância

Nat

postado:
14/05/2009 - 14h39

Interessantissimo

Nossa a sua matéria está ótima ..infelismente tem msm mto preconceito em relação a isso.. mas as pessoas não imaginam o bem q faz..eu mesma fiz 2 anos psicoterapia, hj vejo o qto foi bom pra mim.
Parabéns pela sua postagem...e lhe espero no meu circulo de amizades..beijocas

0 relevância

deska

postado:
14/05/2009 - 14h20

Adoro

Adorei a materia, não tenho e nunca tive preconceito, inclusive à 2 meses atrás procurei ajuda quando vi que meu relacionamento tava por um fio e continuei até minha separação, bom ela me ajudou muito, pois naquela momento em que procure ajuda, realmente eu estava decidida a mudar minha vida, pois estava totalemente doente, mas tenho certeza que ainda preciso continuar meu tratamento, muitas coisas surgiram em minha cabeça, em meus pensamentos.
Preciso também controlar meus sentimentos, me auto conhecer.
Quando eu era adolescente dizia que eu queria ser psicologa e meus pais me diziam que eu já era doida ia deixar meus pacientes mais loucos ainda, hj como tenho uma visão diferente de antes, não penso assim.

Bjs, Deska

0 relevância

Taty Sputnik

postado:
14/05/2009 - 13h21

^^

Amei!

Eu mesma já sofri alguns abusos psicológicos e sexuais quando era criança e alguns anos atrás, perdi minha mãe.
Agora fiquei mais decidida em procurar!

Beijo!

0 relevância

Mara (Perfil Inativo)

postado:
14/05/2009 - 12h49

Conheça-se a si mesmo!

Ane, faço terapia porque sinto uma necessidade de me auto conhecer,de entender porque ajo de determinadas maneiras, de saber os reflexos das minhas vivências passadas sobre meus momentos atuais.Conhecendo-me melhor e mais profundamente, relaciono-me melhor com as pessoas e com o mundo, aprendo a ter consciencia de mim mesma..

Desde minha adolescencia a psicologia ja fazia parte de minha vida de forma natural.. nunca tive preconceito, pelo contrário sempre a percebi como ferramenta para me auxiliar a encarar os obstáculos. Paro de fazer sempre que sinto que minhas respostas e necessidades do momento estão satisfeitas.. e quando retorno é em função de realimentar meu equilibbrio..

Minha terapeuta atual é uma profissional sensivel e nossa interação é muito boa..sinto-me super bem e em paz..
Muitas pessoas estão sofrendo, completamente perdidas sem saber como agir, e sozinhas sofrem muito mais.. ás vezes não buscam ajuda profissional, mas aos poucos estas resistências estão caindo, as pessoas estão reconhecendo que sem ajuda.. está muito dificil encarar este complexo e louco mundo.

bjs. Mara.

Comentar

Publicidade

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

50 tons de cinza beyoncé 50 tons de cinza bolo de cenoura bolo de chocolate cabelos curtos casamento cortes de cabelo decoração dieta dukan emagrecer flor de tecido gravidez kama sutra maquiagem moda das famosas penteados perfumes importados pulseiras reciclagem sapatos sexo anal sexo oral tatuagem unhas decoradas