O QUE ATRAPALHA OS RELACIONAMENTOS??

qua, 06/10/2010 - 07h39
  • Imprimir

O Que Atrapalha os Relacionamentos

O que atrapalha os relacionamentos são as expectativas.

Estamos sempre projetando no outro atitudes que teríamos, comportamentos que aprovamos, reações que julgamos mais adequadas. E, quando o outro foge ao script, nos decepcionamos, ficamos frustrados. Com o acúmulo, a seqüência dessas experiências desastrosas, não demora muito e estamos exaustos, a relação desgastada, um ínfimo deslize pode provocar uma avalanche.

Aceitar as pessoas como elas são é a melhor forma de evitar desapontamentos. Mas, para isso, é preciso saber como elas são. E também, deixar claro para elas o que você espera delas.

Conhecer, se deixar conhecer. Nós, as mulheres, temos o defeito de não expressarmos inequivocamente as regras do jogo. Queremos que nossos parceiros adivinhem o que nos vai por dentro. Não importa o quanto um homem ame uma mulher, ele nunca será capaz de entendê-la plenamente. Nós mesmas, às vezes nos surpreendemos, sonhando com coisas para as quais nunca antes havíamos sequer olhado. Converse com ele, isso vai ajudá-la até a se entender melhor. Diga o que gostaria de ganhar no natal, diga-lhe como gostaria que ele a tratasse quando você estiver na TPM ou com uma violenta enxaqueca, deixe claro para ele os comportamentos dele que a incomodam. Não é criar aquele clima que todo homem detesta de “precisamos conversar”... Ao contrário, deixe esses assuntos fluírem naturalmente, enquanto dividem uma taça de sorvete. E aproveite para também ouvi-lo, conhecê-lo. Este entendimento mútuo irá tornar a relação muito mais prazerosa para ambos. Muito provavelmente, ambos sairão de uma conversa dessas com vontade de mudar algumas de suas características para agradar o outro. E certamente, muito mais preparados para lidar com aquelas características do outro que ele assumidamente não será capaz de mudar.

E isso não vale apenas para os parceiros. Vale também para qualquer tipo de relação: com os pais, os filhos, irmãos, amigos, empregados...

Se sua sogra costuma interferir na sua relação com os seus filhos, se seu irmão tem o hábito de pegar seus discos emprestados sem aviso, se aquela amiga andou dando mole pro seu namorado... Converse, esclareça seus pontos de vista. Esteja preparado para ouvir também. E ajude. Se seu filho sempre esquece seu aniversário e isso a entristece, peça a alguém para lembrá-lo. Se a empregada não tira o limo do boxe ou as teias de aranha dos cantinhos, deixe os produtos necessários à mão, crie uma rotina: toda quinta-feira é dia de tirar o limo e as teias.

Com suas expectativas dentro do real, o risco de uma decepção será muito menor e suas relações, muito mais enriquecedoras e felizes.

Porém, algumas pessoas são realmente impossíveis de aceitar como elas são. Elas, definitivamente, estão muito aquém das suas expectativas e não se mostram interessadas em mudar. Neste caso, talvez seja hora de repensar mesmo a relação. E pôr um ponto final nela. Pois, se as expectativas exageradas podem destruir um bom relacionamento, um mau relacionamento pode arrasar com todas as suas expectativas de vida.

  • Imprimir

Comentários