Você perdoaria uma traição?

Seg, 30/11/2009 - 14h18    |   Reportar abuso
Por Fabrícia Lima

Você perdoaria uma traição?

Você perdoaria uma traição? Bom, essa é uma pergunta muito freqüente, de fato as pessoas erram, muitas vezes nem pensam naquilo que fazem, mas por que será que uma pessoa chega á um ponto de traição.
Trair é uma palavra forte, lembra atraiçoar, apunhalar pelas costas, ser desleal, e nem sempre ser infiel tem este significado. Não podemos colocar toda a culpa no outro, pois uma relação para ser perfeita depende dos dois. O desgaste, a falta de paixão, a incompatibilidade sexual e a rotina são algumas das causas para que se pule a cerca, sinal de que alguma coisa não vai bem no casamento ou namoro. Até que ponto cada parte é culpada não podemos dizer com certeza, mas o perdão depende principalmente da maneira como se encara a infidelidade.
O homem e a mulher têm uma visão diferente do sexo, assim como da traição. Para a mulher, é mais fácil perdoar uma pulada de cerca se o homem não está envolvido emocionalmente. O importante é ela se sentir especial, de modo que nenhuma outra mulher abale a relação. Para o homem, uma mulher fazer sexo casual com outro é bem mais difícil de perdoar, pois mexe com o ego masculino e a virilidade. O homem quer ser o que proporciona maior prazer, o mais atraente, o bam bam bam. Saber que a própria mulher está transando com outro só o fará pensar que ele não é tão bom quanto pensava, então, ele se sente reprovado na matéria de satisfazê-la, sem perceber que a causa pode nem ser sexual, mas alguma atitude ou indiferença dele.
A traição pode vir de vários fatores, como por exemplo: rotina, quando a pessoa não gosta mais da outra, por aventura, entre muitos outros motivos? Mas será que só os homens é que cometem esse erro?
Não, pois as mulheres também cometem esse erro, mas os homens assumem mais do que as mulheres e as mulheres que traem são mais cuidadosas e isso faz com que seu parceiro muitas vezes não fica sabendo.
É difícil perdoar, porque se perde a confiança. Se a traição for com alguém conhecido, como uma amiga ou parenta - por exemplo, é bem pior. Danuza Leão, em seu livro Na Sala com Danuza, em relação à traição de marido com amiga, aconselha: “Se você descobriu – sem sombra de dúvida – que sua amiga e confidente se fez de mais do que engraçadinha para o seu marido – em alguns casos vale também para o ex-marido -, corte direto, sem perdão. Já que você não pode matá-la, o que seria o ideal, rompa, ignore-a, nunca mais cumprimente. Há certos crimes que não prescrevem – e traição de amiga é uma delas. De marido é menos grave, acredite. Até porque eles acabam contando.” Algumas mulheres interpretam o fato do marido contar sobre uma traição como tentativa dele de manter o laço de confiança, mostrando-se arrependido. Mas em alguns casos, o marido quer mesmo que a mulher o mande embora, pois assim se sentem menos culpados por saírem de casa por conta própria.
Quando alguém descobre que foi traído, a frase que mais lhe passa pela mente é Onde foi que eu errei?. Tentar entender as causas da traição, o que fez o parceiro se interessar por outra pessoa, qual a parcela de culpa que lhe cabe, se perdoa ou não, são dúvidas que tomam conta da pessoa. Mas as respostas a estes questionamentos nem sempre são iguais a todos, não existe causa certa para suprir tais dúvidas.
As mulheres em sua maioria preferem perdoar a perder o marido ou namorado para a outra, já os homens se perdoam não esquecem e o relacionamento nunca mais é o mesmo. Isso se perdoarem porque a maioria até mata a mulher se for traído.
Eu não sei se teria estrutura para perdoar uma traição.
Mas nem todas ‘amam’ o marido e podem achar mais cômodo fazer vista grossa ou perdoar para não perderem as ‘benesses’ que o casamento lhes proporciona. Não que todas as que perdoem o façam por interesse, mas na maioria das vezes a mulher que opta por continuar um casamento assim é porque tem medo de ficar só.
Outra pergunta muito freqüente é a seguinte: Os homens ou as mulheres têm mais facilidade para perdoar uma traição? Na verdade as mulheres perdoam mais, pois os homens ainda continuam muito machistas e para não ficar feio para eles, então os homens não perdoam muito em relação às mulheres.
E você teria a coragem de trair uma pessoa? E se fosse traído o que faria? Você perdoaria? Deixe seu comentário, pois ele será muito bem vindo.



Comentar

Comentários (
6
)


0 relevância

Cris

postado:
09/12/2009 - 13h33

Jamais

Qualquer tipo de traição me deixaria acabada, destruiria qualquer tipo de viabilidade de manter uma relação. Não somente amorosa, mas, de amizade também. Creio que, para existir traição, a parte traidora tem de ter algum desvio de caráter, o que compromete a confiança. Não podemos viver pensando nisso, no "e se" mas, se ocorresse, com certeza não manteria o relacionamento, pura e simplesmente pelo fato de que a pessoa em quem vc confiou te magoou de maneira suja. Seria impossível recuperar a confiança. Talvez, se eu mantivesse uma relação nessas situações, com absoluta certeza, não teria mais respeito nem admiração por tal pessoa, e, sem isso, não existe amor ou amizade que dure.

1 relevância

MabelsBordados

postado:
08/12/2009 - 13h30

Nem pensar

Tenho 21 anos de casamento e até agora não tive motivos para pensar que fui, sou ou serei um dia traída, mas acredito que se acontecer, não perdoaria. A confiança uma vez perdida jamais será recuperada. É o que penso. Parabéns pelo texto.

1 relevância

abol

postado:
03/12/2009 - 23h09

SOU TRAIDORA

Ola, não sei escrever tão bem quanto vcs, mas tenho meu espaço né, pois bem.
tenho 18 anos de "casada " a 4 anos conseguimos realizar nosso sonho, mudar-mos para nossa casa, contruimos com muito sacrificio mesmo. pois bem, Sempre amei meu companheiro, sempre fui fiel a ele, mesmo quando desconfiava dele, mas nunca vi nada, nunca soube de nada, no entanto nesses 4 anos td mudou, ele começou a se sentir o Rei da cocada preta sabi, tipo: estou na minha casa, durmo no sofá pq estou em minha casa e por ai vai. Chegava do trabalho, sentava no sofé depois do jantar e ficava ele roncando e eu vendo tv, não conversava-mos mais, não saimos mais, e constatei que A felicidade pode estar em um barraco e não em um castelo. Me sentia sozinha tendo ele ao meu lado, lutava pra conseguir leva-lo pra cama pois não acordava e ia sozinha, de madrugada quando ele se dava conta, ia pro quarto e ai sim vinha me acordar, ki odio.
Uma noite, me sentei de frente ao computador, usava o pc somente para trabalho durante o dia, nunca nem sabia o que se podia fazer aqui, até que vi minha filha mais velha hj com 25 anos em usa sala de bate papo, pedi para ela me mostrar como era aquilo. Nossa ai começou, vi que ali tinha varias pessoas: umas desocupadas que não valia a pena nem trocar ideias, outras iguais a mim e ai foi.Qdo a pessoa era legal interessante passava meu msn que tb nem tinha isso, minha filha fez pra mim. Comecei a sentir prazer nisso, toda noite, ele dormindo no sofá e eu na sala de bate papo Conheci varias pessoas entre elas uma especial, me cativou aqui mesmo, eu acordava e dormia pensando nessa pessoa, por incrivel que pareça meu "apetite sexual com meu marido melhorou muito, ai comecei a pensar que a salvação estava ali. td era muito bom.
Um dia resolvi aceitar o convite dele e com muito medo fui ao encontro, Foi simplesmente maravilhoso aquilo renasci, nunca me achei capaz disso e fiz.
Logico isso foi só o momento, " e que momento". depois dele veio outro, depois outro e mais outro.Hj ainda tenho isso comigo, é um vicio sei la mas tenho uma pessoa bem mais nova que eu faz 8 meses ja, me apaixonei por ele só que com meu marido tb estava td muito bem ate que descobri que ele andava mexendo no meu celular, sempre de madrugada, a desconfiança nasceu, cresceu forte e saudavel. Nunca foi tão boa de cama para meu marido como sou hj. devido ao meu romance fora, nunca estive tão presente pra ele, so que ele não sabe aproveitar isso pois quase nos separamos de tanto que ele me vijia, em casa, nem meu banheiro tem chaves mais pois ele tirou. resumindo: a traisão no começo me trouxe mel, hj puro fel pq não tenho mais paciencia com meu marido, estou transbordando isso e ele mesmo sentido, sofrendo com isso ele me agrada de todas as formas e eu só penso no meu "amante" "amigo" ou sei la oque, pois sofro e muito, estou apaixonada por um Homem de 29 anos, solteiro que tem sua namorada, mas não conseguimos ficar um sem o outro.Sempre que meu amrido incinua alguma coisa sobre minha fidelidade, sobre onde eu fui...ounde vou, nossa expludo com ele e nego td a te a morte.Qdo sugeri a separação, isso aalguns meses atraz, nossa ele não aceita por nada nesse mundo. Depois de toda essa desconfiança e de ficar mexendo nas minhas coisas não tenho mais vontade de nada com ele. Estou destruindo uma relação de tantos anos por alguns momentos de prazer sem futuro algum. Reconheço, mas não me vejo sem isso mais. Procurei, achei.
é isso, desabafei.

0 relevância

joliv

postado:
03/12/2009 - 19h53

Revisão do comentário anterior

Desculpem os erros... voltei para corrigí-los.

ERRATA:
2o. Parágrafo - ... Quando mundo um lazer - LEIA-SE, Quando muito um lazer...

3o. Parágrafo - ... Destaco da autora, ...;
- Tudo depende da mente do...;
- ... e se acha suficientemente aberta...;
- ...e não têm o "de acordo",...
- .- Que elas são infinitamente mais discretas e cuidadosas, sem discussão. Os homens, ...

0 relevância

joliv

postado:
03/12/2009 - 15h40

Traição ..., ...perdoaria?

Em primeiro lugar, parabéns à autora do Post. Muito bem escrito, e bem definido o assunto. Parabéns ao Fefos por ter dito o que eu diria, exceto no ponto de que a traição em razão do prazer sexual, é a que deixa mais sequelas. Não concordo com ele, muitas vezes a traição à amizade, ao respeito, ou como deslealdade, fere mais que uma transa de algumas horas. Afinal prazer e sexo nem deveria ser sempre associados, ao emocional, ao amor, como fazem tanta questão, por normas de conduta social, ligá-los ao amar.

Igualmente não concordo que haja traição modista, ou consentida, a traição nunca é consentida, traição é traição, como omissão é omissão, mentira é mentira, premeditada, e ponto. Há sim, a busca pelo prazer no sexo fora da relação casal, por curtição, ousadia, por fantasia e ou curiosidade no pouco assumido, mas conhecido mundo do sexo por lazer. O que ambos fazem com mente aberta, de comum acordo, e por julgarem que lhes faz bem emocionalmente, não deve nem deveria ser rotulado de traição, e nem de promiscuidade como uns rotulam. Quando mundo um lazer devasso, nem sempre depravado, mas sempre safado. É meu ponto de vista.

Destaco da auora, - "Saber que a própria mulher está transando com outro só o fará pensar que ele não é tão bom quanto pensava, então, ele se sente reprovado na matéria de satisfazê-la, sem perceber que a causa pode nem ser sexual, mas alguma atitude ou indiferença dele."; - que tudo depende da mente do homem. Poucos assumem que a mulher tem os mesmos direitos que eles têm. Se ela tem vontade ou curiosidade de conhecer outras vias de prazer, outras fontes, e se acha suficientemene aberta e equilibrada emocionalmente, a ponto de que uma transa não vai afetar a estabilidade do que sente em relação ao seu parceiro, por que não? Afinal se experimentar e gostar poderá vir a descortinar outros horizontes do prazer. Mas aí são outros mil que quinhentos é pouco.

Já as razões que levam alguém a trair, podem ser várias. Desde a um mau caráter, aos que a autora cita - "A traição pode vir de vários fatores, como por exemplo: rotina, quando a pessoa não gosta mais da outra, por aventura, entre muitos outros motivos? Mas será que só os homens é que cometem esse erro?" - ; mas não concordo que rotina leve à traição sexual. A insatisfação de ambos com o prazer que esperavam um do outro, ou por discordarem quanto às práticas e modalidades, nem sempre ortodoxas que um e ou o outro deseja, ou até impõe, enão têm o "de acordo", pode sim levar a uma aventura extra-conjugal sem conhecimento e menos ainda sem a concordância do seu par. Mas isso é um erro que começou ainda antes, no namoro, quando por inibição, vergonha, falta de abertura, preconceito, egoismo, o casal não sentou para falar abertamente de sexo e prazer, esperando que o outro lhe advinhasse o pensamento.

Ambos os sexos traem, quem trai mais, é uma incógnita que as pesquisas teimam em dizer que os homens ganham e parecem ganhar, mas na última década pelo que se lê as mulheres resolveram se aproximar do podium - "Não, pois as mulheres também cometem esse erro, mas os homens assumem mais do que as mulheres e as mulheres que traem são mais cuidadosas e isso faz com que seu parceiro muitas vezes não fica sabendo." .- Que elas são infinitamente mais discretas e cuidadosas, sem discussão, os homens, muitas vezes são uns patos, mas no sentido que adoram cair na água e por a boca no trombone que "sabem nadar". Terminam, as vezes se afogando.

Já perdoar uma traição de ordem sexual, lazer e prazer, é muito mais fácil. Mas por orgulho e machismo a imensa maioria não perdoa, e trucida sua companheira, de palavras por vezes impublicáveis, como também torturam-na emocionalmente.

De qualquer forma, a traição, a omissão e a mentira, quebra o frágil elo da confiança entre os parceiros. Aí a saida é cada um para seu lado, e salve-se quem puder. Bola pra frente que atrás vem gente. Venceu o tempo de um, a senha está com o(a) próximo(a).

Até a próxima...

P.S. - Não revisei o texto, espero não ter erros gritantes.

0 relevância

Fefos (Perfil Inativo)

postado:
03/12/2009 - 08h55

Traição.

Querida Fabrícia:
Você foi muito feliz no seu comentário sobre a traição. É claro, que muitas das vezes os motivos são mais profundos e não ficam nas aparentes coincidências. Todavia, existe a traição modista, aquela em que as pessoas aceitam e participam numa boa, depois tá tudo bem. Essa talvez cause menos ou nenhuma dor e revolta, pois há interação. Quanto ao perdão, depende das causas, do temperamento das pessoas, da sua origem, formação, educação e outras coisas mais. Lembre-se que existe vários tipos de traição. Porém, a traição sexual, às vezes é a que mais deixa sequelas. Parabéns pelo seu comentário. Beijos, Fefos.

Comentar

Publicidade

Especiais Vila Mulher

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

50 tons de cinza beyoncé 50 tons de cinza bolo de cenoura bolo de chocolate cabelos curtos casamento cortes de cabelo decoração dieta dukan emagrecer flor de tecido gravidez kama sutra maquiagem penteados perfumes importados pulseiras reciclagem sapatos sexo anal sexo oral tatuagem unhas decoradas