PÍLULA DA BELEZA, PÍLULA DA JUVENTUDE, NUTRICOSMÉTICO. ENTENDA O QUE É E COMO FUNCIONA A MAIS RECENTE INOVAÇÃO DO MERCADO COSMÉTICO!

Sáb, 31/10/2009 - 17h31    |   Reportar abuso
Por Beleza RACCO

Uma nova categoria de produtos pode oferecer numerosas oportunidades: são os nutricosméticos, que possuem na formulação ativos de origem vegetal, sais minerais, aminoácidos e vitaminas que atuam isoladamente ou em sinergia, promovendo a beleza por meio de um corpo saudável

Especialistas em nutrição são categóricos: “Você é o que você come”. Para eles, uma alimentação balanceada faz bem à saúde e ajuda a tornar as pessoas mais bonitas e atraentes. Partindo desse princípio, a indústria cosmética, em parceria com a indústria de alimentos, colocou no mercado uma nova categoria de produtos que prometem melhorar a aparência da pele, dos cabelos e das unhas. Chamados nutricosméticos, esses produtos são formulados com biotina, niacina, luteína, ácidos graxos ômega-3 e ômega-6, vitaminas C e E, coenzima Q10, chá verde, entre outras substâncias, prometendo prevenir o envelhecimento, a queda dos cabelos, o fortalecimento da unhas e até a diminuição da celulite.

Muitas definições e expressões têm sido usadas para descrever esses produtos, que pertencem a uma categoria não bem definida, pois poderiam pertencer, ao mesmo tempo, às categorias de cosméticos, medicamentos e suplementos nutricionais. Para a dermatologista Flávia Addor, diretora técnica do Medcin Instituto da Pele, em Osasco, na Grande São Paulo, os nutricosméticos podem ser comparados aos nutracêuticos, ou seja, são alimentos que satisfazem requerimentos nutricionais e proporcionam benefícios à saúde (alegação funcional), por exemplo, previnem doenças, reduzem mecanismos de oxidação e funcionam como coadjuvantes no tratamento de doenças ou problemas decorrentes do envelhecimento. “A rigor, não poderíamos chamá-los de nutricosméticos, pois esta terminologia não é reconhecida do ponto de vista legal. Mas existem inúmeros produtos com essas funções. O mais antigo é o Yakult, leite fermentado com lactobacilos que auxiliam na função intestinal. Hoje existe o iogurte Activia, a margarina Becel e até os shakes emagrecedores”, diz a médica. Já o farmacêutico bioquímico Henry Okigami, diretor de P&D do Laboratório BioMinerais, de Campinas SP, define os nutricosméticos como cosméticos que apresentam benefício à pele, atuando por meio do fornecimento de nutrientes essenciais ao seu desenvolvimento e à manutenção da saúde. “É ainda um conceito não-oficial, porém estudos científicos mostram que este tende a se solidificar. Já existem dados sugerindo que o uso de alguns nutrientes aplicados topicamente traz benefícios para a pele. Exemplos bem recentes disso são a aplicação de cobre e zinco, e a melhora na produção de elastina, bem como o estabelecimento de pontes de ligação cruzada entre elastina e colágeno, via estímulo da lisil-oxidase”, diz Okigami.

A indefinição do conceito ocorre porque o nutricosmético não é nem cosmético, nem alimento. No Brasil, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) enquadra os produtos nutricosméticos na categoria de alimentos funcionais, porque produzem efeitos metabólicos ou fisiológicos por meio da atuação de um nutriente na manutenção do organismo. “Na legislação da Anvisa, o cosmético age topicamente, portanto só é aprovado para uso externo. Assim, produtos ingeridos não são considerados cosméticos e necessitam de outro tipo de registro, bem como de normas mais criteriosas”, diz o farmacêutico bioquímico e especialista em tecnologia de cosméticos Emiro Khury, diretor da EK Consulting, em São Paulo. A Diretiva Européia 2002/46/EC classifica os nutricosméticos na categoria dos gêneros alimentícios e apresenta uma lista de vitaminas e minerais autorizados, com seus devidos critérios de pureza. As doses máximas ficaram para ser definidas posteriormente porém, até o momento, a diretiva especifica apenas o conceito que deve ser adotado para determinar as dosagens. Um projeto para definir padrões e harmonizar os apelos mercadológicos dos benefícios desses complementos ainda está em discussão.

Suplementos com finalidade cosmética
Embora a Anvisa não classifique ou registre nenhum produto como nutricosmético e esse nome seja apontado por especialistas na área da beleza como mais uma invenção de marketing, a comunidade científica reforça que o conceito de beleza “de dentro para fora”, cresce a cada dia. “Há inúmeros estudos ligando o consumo de produtos específicos à melhora da pele. Um exemplo que posso citar é o ácido orto-silícico, que em trabalhos publicados nos últimos 3 anos, tem demonstrado benefícios à pele e anexos, ou seja, atenua rugas, aumenta a resistência à tração – no caso do cabelo – e a maleabilidade de unhas. Outro produto também muito trabalhado fora do país é o colágeno hidrolisado. Estudos indicam que este melhora a hidratação da pele. Vitaminas, como a niacinamida, têm demonstrado inibir a imunomodulação induzida pela radiação solar em peles de pacientes”, informa Okigami.
Febre na Europa, na Ásia e nos Estados Unidos, esses suplementos são vendidos na forma de cápsulas, bebidas, iogurtes e até mesmo doces. Segundo estudo da empresa de consultoria Kline & Company, o mercado de suplementos com finalidade cosmética foi avaliado em 1,5 bilhão de dólares ao ano, em 2007.
A precursora dos nutricosméticos foi a empresa francesa Oenobiol. A marca surgiu em 1985 e seu maior sucesso foi o Oneobiol Solaire, que prepara a pele para tomar sol, ativa e prolonga o bronzeado. Hoje, a gama Oenobiol é composta por suplementos para cabelos, unhas, anti-rugas e até para diminuir a celulite.
Em 2002, a gigante dos cosméticos L´Oréal e a líder em alimentos Nestlé se uniram para formar os Laboratórios Innéov, que foram responsáveis pelo desenvolvimento dos produtos e pela comprovação científica de sua eficácia. A pesquisa dermatológica da L’Oréal avaliou os efeitos biológicos dos ingredientes ativos dos produtos em testes clínicos, oferecendo seu conhecimento sobre os mecanismos associados a situações diversas que afetam a pele e o cabelo.
Já a pesquisa nutricional da Nestlé endossou a garantia da segurança da fórmula, oferecendo seu conhecimento sobre o universo da nutrição (dietas nutricionais e metabolismo), e sobre a segurança das fórmulas (não-toxicidade e biodisponibilidade dos ingredientes ativos).
O resultado dessa parceria foi bem-sucedido, viabilizando avanços significativos no desenvolvimento de patentes pelos Laboratórios Innéov. Hoje existem 20 patentes da marca registradas na Europa, América do Norte e Ásia, além de sete produtos da linha: Innéov Fermeté, Innéov Solaire, Innéov Peau Sèche, Innéov Masse Capillaire e três produtos de Innéov Cellulite.

No Brasil foi lançado, em junho de 2008, o Innéov Fermeté (aprovado pela Anvisa como suplemento vitamínico), com a finalidade de melhorar a firmeza e a luminosidade da pele do rosto e do corpo. Um dos principais diferenciais da tecnologia desse produto é a presença de ingredientes ativos que maximizam a absorção dos nutrientes pelo organismo, como: o Lacto-Licopeno, que associa proteínas do leite com o licopeno e atua na proteção das células de colágeno devido sua ação antioxidante; o extrato de soja, que estimula a renovação celular; e a vitamina C, que protege e restaura as fibras de colágeno, bem como reconstitui a funcionalidade da junção derme-epiderme.

Os nutricosméticos Imedeen são desenvolvidos e fabricados pelo grupo Ferrosan. Em 2000, a empresa lançou no Brasil o Imedeen Classic, para promete combater o envelhecimento. O grupo garante que tem mais de 18 mil “fiéis” em todo o país. Seu principal ingrediente é o Complexo Biomarinho, um conjunto de proteínas marinhas hidrolisadas que diz apresentar as mesmas propriedades de substâncias encontradas no tecido conjuntivo. A recomendação do fabricante é que com ingestão de apenas dois comprimidos por dia desse complexo já se pode perceber melhora na capacidade de nutrição do organismo, e “o reflexo da beleza.”

Em 2004, a empresa lançou o Imedeen Tan Optimizer, com o objetivo de complementar a nutrição do organismo, fornecendo potentes antioxidantes protetores das células e, em conjunto com o protetor solar habitual, evitar que a pele sofra danos causados pelos efeitos nocivos da radiação UV.
No ano passado, a marca trouxe o Imedeen Time Perfection, com a proposta de agir profundamente na camada dérmica nutrindo e auxiliando no fornecimento vital de colágeno, elastina e elementos capazes de reter umidade. O produto promete hidratação prolongada, atenuação de linhas finas e rugas; diminuição da visibilidade de capilares dilatados; clareamento das manchas de idade; brilho natural; maciez e tonalidade homogênea. Sua fórmula contém LycoPhence GS, antioxidante patenteado pela Ferrosan, que combina licopeno e extrato de semente de uva, ajudando a defender os componentes vitais da pele contra os danos causados direta ou indiretamente pelos radicais livres, complexo biomarinho e vitamina C.
Nos planos da Ferrosan para o Brasil está o lançamento do Imedeen Prime Renewal, direcionado a mulheres na menopausa. O produto contém Vitea, um complexo antioxidante que associa polifenóis da semente de uva, licopeno de tomate, vitaminas C e E, chá branco, extrato de soja, extrato de camomila e zinco.

A Racco é a primeira empresa brasileira de venda direta a colocar no mercado um nutricosmético, o Maxxi 30, em forma de cápsulas com colágeno, vitaminas E e C, e de zinco. O produto promete aumentar a vitalidade da pele, do cabelo e das unhas; estimular a produção de colágeno; reduzir e prevenir rugas; e proporcionar maior hidratação à pele retendo a água na epiderme.

Cosméticos para comer e beber
Na Europa, no Japão e nos Estados Unidos, o mercado de nutricosméticos alcançou proporções que “vão além” das pílulas. A Danone lançou, na França e na Espanha, o Essensis, um iogurte com polifenóis de chá verde e vitamina E. Sua concorrente, a Parmalat, lançou na Itália o iogurte Jeunesse, com vitamina E e coenzima Q10, para combater o envelhecimento das células.

No Japão, a Shiseido oferece a linha Beauty Foods, composta por 18 itens. Entre esses itens há uma bebida denominada Collagen EX, formulada com colágeno marinho, ceramidas, ginseng e vitaminas B2, B6 e C, com a promessa de estimular o organismo a produzir mais colágeno e alcançar uma pele mais jovem e firme.

Nos Estados Unidos, a Coca-Cola fez uma parceria com a L’Oréal para criar o Lumae, um chá pronto para beber com ingredientes que auxiliam no cuidado da pele. Além disso, a empresa também lançou o Enviga, um refrigerante à base de chá verde, que promete queimar entre 20 e 30 calorias por porção. Há versões purificantes, reafirmantes e revitalizantes. A água Antioxidant Water Booster, da linha Dr. Brandt Skincare, promete recuperar os danos causados à pele pelos radicais livres, pois contém extratos de semente de uva, chá verde e chá branco.

Até mesmo doces com finalidade cosmética antioxidante, para deixar a pele mais bonita, são oferecidos no mercado internacional, como o Health by Chocolate Diet, da Ecco Bella, formulado com cacau orgânico e extratos de tomate, cenoura, algas e mirtilo; o Frutels, chocolate antiacne com vitaminas e minerais; e as balas Skin Balance Gummi Bear Boosters Borba, com extratos de açaí e chá verde.

Princípios ativos mais utilizados
O conceito de nutrir a pele “de dentro para fora” surgiu da hipótese de que esta não pode ser nutrida externamente com cremes hidratantes e soluções tópicas. Por isso, especialistas da indústria cosmética, aliados à indústria de alimentos, pesquisam inúmeras combinações de ativos capazes de combater os radicais livres, que aceleram o processo de envelhecimento. “O óleo de borragem, rico em ácido gama-linolênico, quando ingerido aumenta a formação de ceramidas na pele. Esse efeito é benéfico tanto do ponto de vista da estética como do da saúde. O aumento de ceramidas diminui a perda transepidérmica de água, melhorando o estado de hidratação da pele. O ácido gama-linolênico também é base para a produção de prostaglandina E1 e diminui a inflamação local”, informa Okigami.

A empresa francesa Copalis desenvolveu o Collagen HM SOL, à base de colágeno marinho hidrolisado, para hidratar e ajudar o organismo na regeneração celular. Outra francesa, especialista em fitoquímica, a Greentech, oferece o Selenalg, obtido pelo enriquecimento de culturas de espirulina com selênio, para neutralizar os radicais livres. Já os Laboratoires Equilibre Attitude comercializam o Lycoxtase, um complexo de efeito dermoprotetor com vários extratos vegetais, licopeno, beta-caroteno, vitaminas C e E, selênio e zinco.

A Kiwifruit Extract Ventures Limited, da Nova Zelândia, fornece o óleo de kiwi, que contém ômega-3 para ajudar na redução das rugas. Os Laboratoires Sérobiologiques descrevem seu extrato de lichia contendo um ingrediente ativo que reforça os mecanismos naturais de defesa da pele. O ingrediente é extraído do pericarpo da lichia (Litchi sinensis Sonn), uma fruta originária do sul da China e reconhecida há milênios como adstringente, analgésico, tônico estomacal e fortificante.

Nutracêuticos, alimentosfuncionais e cosmecêuticos
Segundo a médica nutróloga, cosmiatra e professora da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, Mercedes Granja de São Paulo, o nutracêutico é um alimento ou parte de um alimento que proporciona benefícios médicos e de saúde, incluindo a prevenção e ou o tratamento de doenças. Esses produtos podem abranger desde nutrientes isolados, suplementos dietéticos e produtos herbais até alimentos processados, como cereais, sopas e bebidas.

“Os nutracêuticos são substâncias encontradas naturalmente em certos alimentos. Já os nutricosméticos são substâncias veiculadas sob a forma de cápsulas, prontas para o consumo. Como os alimentos são absorvidos segundo certas particularidades, os nutricosméticos garantem que os nutrientes estejam presentes e, da maneira como são formulados, tenham o máximo de absorção. Isto significa que as cápsulas não substituem os alimentos; pelo contrário, é muito mais saudável alimentar-se bem, de forma variada e balanceada, do que recorrer às cápsulas. No entanto, as cápsulas de nutricosméticos podem ser indicadas para pessoas com hábitos alimentares inadequados e irregulares, somente durante determinado período de tempo ou segundo as necessidades de cada um. Apesar de serem produtos de última geração e de alta confiabilidade, os nutricosméticos não podem substituir uma dieta saudável – que aporta múltiplos e benfazejos nutracêuticos –, pois as formulações podem conter, no máximo, cinco ou seis ingredientes” informa Dra. Mercedes.

Já os alimentos funcionais são ricos em substâncias bioativas ou fitoquímicas e funcionam de três maneiras: como fonte de energia, combatendo e prevenindo algumas doenças. De acordo com suas propriedades, podem ser divididos em três grupos: os prebióticos, compostos pelas fibras que equilibram a flora intestinal, encontrados em alimentos como cebola, alho, tomate, alcachofra, banana, aveia e mel; os probióticos, que contém bactérias e bacilos vivos e que são essenciais ao bom funcionamento intestinal, presentes em iogurtes e leite fermentado; e os simbióticos, que contém bioativos dos dois grupos citados anteriormente (por exemplo, encontrados em iogurtes, na salada de tomate e em sucos naturais frescos).

Os cosmecêuticos são produtos cosméticos posicionados mercadologicamente próximos aos medicamentos. “O termo cosmecêutico foi descrito por Albert Kligman, dermatologista americano, há mais de 30 anos. Não é reconhecido como denominação de categoria de produto por nenhuma autoridade regulamentadora de produtos cosméticos ou farmacêuticos. Algumas empresas usam o termo na tentativa de posicionar seus produtos para destacar que suas propriedades funcionais não se enquadram totalmente na definição legal de produtos cosméticos. Seus benefícios para a pele e os cabelos superam os limites estabelecidos na definição de produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes da RDC 211/05, segundo a qual estes devem limpar, perfumar, alterar a aparência e ou corrigir odores corporais”, comenta Emiro Khury.

Para Henry Okigami o termo cosmecêutico é relativamente novo. “Os cosmecêuticos seriam cosméticos que mostram atividade quando aplicados à pele, atividade esta que deve ser comprovada cientificamente. Esse termo deriva da fusão dos termos cosmético e farmacêutico e isso explica o que são os cosmecêuticos. A forma como eles agem são as mais variadas, porém, sintetizando, na minha opinião um cosmecêutico deve ter um modo de ação comprovado em nível molecular. O benefício que esse traz para a pele é apenas conseqüência de seu modo de ação”, finaliza Okigami.

*Esta excelente matéria foi publicada na Cosmetics Online, edição de Maio/Junho de 2009. A mesma pode ser
encontrada no link. http://www.cosmeticsonline.com.br/ct/ct_exibir_materia.php?id_materia=14





Comentar

Comentários (
3
)


0 relevância

Beleza Sustentavel

postado:
31/10/2009 - 22h11

Evento Beleza Sustentável 2010

Nos dias 10 e 11 de Março de 2010, Semana do Dia da Mulher, realizaremos o Evento Beleza Sustentável no HSBC Brasil em São Paulo, SP. Considerado o mais importante Evento de Saúde, Bem-Estar e Beleza do Brasil, o Beleza Sustentável vai reunir empresas, marcas que mais se destacam, agências de publicidade e a mídia, e conta com 15 palestrantes, principais especialistas brasileiros, nas áreas de Saúde Física, Mental, Financeira, Estética, Plástica e Beleza, Alimentação Saudável, Esportes e Fitness, Recursos Humanos, Ensino e Educação, Responsabilidade Sócio-Ambiental, Comunicação e Marketing.

0 relevância

Beleza RACCO

postado:
31/10/2009 - 17h56

PARA SE CADASTRAR:

1 - Dirija-se a uma de nossas promotorias levando anotado os meus dados de dirigente:
MONICA FONSECA DA SILVA
Dirigente n° 474214

2 - Faça uma compra de R$99,00 em produtos de sua preferência

*A partir das próximas compras você terá direito a descontos em todos os nossos produtos de 23% e 34%.

Para maiores informações e endereço de promotorias, fale comigo!
Tel:(21) 3068-4740
Cel:(21)8652-8142
E-mail: mfsracco@gmail.com
MSN: mfsracco@hotmail.com

0 relevância

Beleza RACCO

postado:
31/10/2009 - 17h54

SEJA UMA CONSULTORA RACCO! CADASTROS EM TODO O BRA

Publicidade

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

50 tons de cinza beyoncé 50 tons de cinza bolo de cenoura bolo de chocolate cabelos curtos casamento cortes de cabelo decoração dieta dukan emagrecer flor de tecido gravidez kama sutra maquiagem moda das famosas penteados perfumes importados pulseiras reciclagem sapatos sexo anal sexo oral tatuagem unhas decoradas