Carta de um Bebê para sua Mãe "Campanha contra o Aborto Participe"

sex, 20/11/2009 - 08h40

"Carta de um bebê para sua mãe":

Oi, mamãe, tudo bom? Eu estou bem, graças a Deus.

Faz apenas alguns dias que você me concebeu em sua barriguinha.

Na verdade, não posso explicar como estou feliz em saber que você será minha mamãe.

Outra coisa que me enche de orgulho é ver o amor com que fui concebido.

Tudo parece indicar que eu serei a criança mais feliz do mundo!

Mamãe, já se passou um mês desde que fui concebido e já começo a ver como o meu corpinho começou a se formar, quer dizer, não estou tão lindo como você, mas me dê uma oportunidade! Estou muito feliz! Mas tem algo que me deixa preocupado...

Ultimamente me dei conta de que há algo na sua cabeça que não me deixa dormir, mas tudo bem, isso vai passar, não se desespere.

Mamãe, já se passaram dois meses e meio, estou muito feliz com minhas novas mãos e tenho vontade de usá-las para brincar.

Mamãezinha, me diga o que foi? Por que você chora tanto todas as noites???

Por que quando você e o papai se encontram, gritam tanto um com o outro?

Vocês não me querem mais ou o quê? Vou fazer o possível para que me queiram...

Já se passaram 3 meses, mamãe, e noto você muito deprimida, não entendo o que está acontecendo, estou muito confuso.

Hoje de manhã fomos ao médico e ele marcou uma visita para amanhã...

Não entendo, eu me sinto muito bem... Por acaso você se sente mal, mamãe?

Mamãe, já é dia, aonde vamos? O que está acontecendo, mamãe?

Mamãe, não se deite, ainda são 2 horas da tarde, não tenho sono, quero continuar brincando com minhas mãozinhas.

Êi!!! O que esse tubinho está fazendo na minha casinha?!

É um brinquedo novo? Olha!!!

Ei, por que estão sugando minha casinha?!

Moço, por que a arrancou?! Não vê que me machuca?!

Não vê que ainda sou muito pequeno para me defender sozinho?

Mamãe!!! Espere, essa é minha mãozinha!!!

Mãe, a minha perninha, estão arrancando!!!

Mamãe, me defenda!!!

Mamãe, me ajude!!!

Diga para eles pararem, juro a você que vou me comportar e que não vou mais lhe chutar.

Como é possível que um ser humano possa fazer isso comigo?

Ele vai ver só quando eu for grande e forte... Ai mamãe, já não consigo mais... ai... mamãe, mamãe, ajude-me...

Mamãe, já se passaram 17 anos desde aquele dia, e eu, daqui de cima, observo como ainda machuca você ter tomado aquela decisão.

Por favor, não chore. Lembre-se que a amo e que estarei aqui lhe esperando com muitos abraços e beijos.

Amo muito você!!!

Seu bebê.

Participe você também da campanha:

“Todos CONTRA o aborto!”

Passe adiante esta mensagem

...e poderemos salvar outras vidas.

Um fotógrafo que fez a cobertura de uma intervenção cirúrgica para espinha bífida, realizada dentro do útero materno, num feto de apenas 21 semanas de gestação, numa autêntica proeza médica, nunca imaginou que a sua máquina fotográfica iria registar, talvez, o grito mais eloqüente a favor da vida, conhecido até hoje.

Paul Harris captou o momento em que o bebê tirou sua mão pequena do interior do útero da mãe, tentando segurar um dos dedos do doutor que o estava operando.

A história por trás da imagem é ainda mais impressionante, pois reflete a luta e a experiência passada por um casal que decidiu esgotar todas as possibilidades, até o último recurso, para salvar a vida do seu primeiro filho.

A espetacular fotografia foi publicada por vários jornais nos Estados Unidos, e cruzou o mundo até chegar à Irlanda, onde se tornou uma das mais fortes bandeiras CONTRA a legalização do aborto.

Diga sim à vida!

Leia Também

5 comentários no Vilaclub

Comente!
NOME Fabrícia Lima
seg, 23/11/2009 - 08h17 - reportar abuso

Verdade, Uma das coisas que devemos lutar muito também e acho que com muito esforço, a conscientização do uso da camisinha é possível, é muito triste ver famílias passando fome com a situação da natalidade...

responder ao comentário
NOME Ilana Kalmanovich
dom, 22/11/2009 - 10h50 - reportar abuso

Para gravidez ocorrida atraves de crimes, como o estupro. Acho q ao inves do pais batalhar na campanha contra o aborto, deveriamos batalhar na campanha em prol da conscientizacao da sexualidade e do uso de CAMISINHA. O q adianta milhares de mulheres sem condicoes gerarem 3, 4 filhos, nao poderem cuidar deles e ai serao esses miseraveis q vemos pelo Brasil a fora? Camisinhas deveriam ser distribuidas pelo Ministerio da Saude a familias sem situacao financeira.

responder ao comentário
NOME Mônica Lima Andrade
sex, 20/11/2009 - 16h33 - reportar abuso

Eu játinha visto essa foto em uma camapnha que fizeram aqui na minha cidade contra-aborto e hoje mesmo estava comentando com minha amiga do serviço a respeito dessa foto . É até difícil acreditar que hoje em dia ainda existam pessoas que praticam aborto , com tanta informação , tantos meios de prevenir e a gravidez fora de casamento hoje é dito como uma coisa normal .Mas infelizmente existem milhares de caso por aí... Sou totalmente contra o aborto , sou a favor sempre da vida .. Tenho 2 amigas que fizeram e nunca mais elas foram a mesma pessoa , uma até virou espírita para entender melhor o que ela fez . Não estou julgando ninguém,mas acredito que a pessoa deve ser responsável pelos seus atos , se na hora de fazer foi bom e não teve responsabilidade suficiente para se prevenir , agora tem que ter responsabilidade para assumir o filho .Sexo é bom , melhor ainda é fazer com segurança e prevenção , pois além da pílula , a camisinha além de ser uma maneira de se prevenir quanto a uma gestação indesejada, preveni contra doenças sexualmente transmissivéis,por isso que eu disse antes , com tanta informação e métodos é inadimissivel um ato tão covarde quanto o aborto!

responder ao comentário
NOME leticia silva
sex, 20/11/2009 - 13h55 - reportar abuso

Espero que esta cartinha possa comover o coração de alguma mãe que se encontra em dúvida se vai levar a gravidez a diante ou não, para que ela não faça. Não julgo ninguém, mas acho que vai contra a natureza da mulher abortar, é algo que ela já foi programada biológicamente pra fazer. A mulher até faz, mas acredito que ela nunca esquece. Se as pessoas tivessem consciência de que é muito mais fácil, mais barato e sem traumas evitar, e planejar o bb para o momento certo, nenhum precisaria morrer, e ninguém sofreria. Há hora para tudo nessa vida, planejamento familiar já!!! bjokssss

responder ao comentário
NOME greyci alves
sex, 20/11/2009 - 10h02 - reportar abuso

que triste, pena q existem pessoas q ainda pensam em legalizar o aborto. Só Deus msmo p ter misericordia dessas vidas. um abraço

responder ao comentário
Veja mais comentários

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas