A INFLUÊNCIA DA TV NA VIDA DA CRIANÇA

Sáb, 05/11/2011 - 16h47    |   Reportar abuso
Por Well


A maioria absoluta dos pais já leu alguma coisa a respeito dos efeitos da televisão na formação da criança. A televisão não é um elemento de influência para a criança, mas de formação. Portanto, de acordo com o que ela assiste de bom ou ruim, é parte integrante da sua formação.

Corno acontece em geral, a educação que os responsáveis pelos canais de televisão pretendem, com seus programas, oferecer à criança, geralmente não segue qualquer norma, qualquer planejamento, provavelmente porque os adultos responsáveis por esses programas pouco entendem de crianças, e não se fazem acompanhar de pessoas que entendam de pedagogia ou psicopedagogia.

A criança pequena, ao assistir um programa de televisão, não usa o senso analítico e crítico para analisar e separar o que é bom, para assimilar, e o que é ruim e nocivo, para rejeitar. Isso faz com que ela assimile tudo. Assim, todos os atos praticados na televisão podem ser assimilados pela criança como verdadeiros e normais de serem praticados. A criança pode aprender em determinados programas, que a forma de se livrar de uma pessoa indesejável é agredindo-a ou matando-a. Isso estimula a agressão. A criança não tem percepção da diferença entre a fantasia e a realidade. Isso pode fazer com que ela, através da televisão, possa confundir a realidade com a fantasia e a fantasia com a realidade. Desta forma, vai dificultar no seu desenvolvimento, a capacidade de assumir a realidade da vida, fazendo das fantasias a sua realidade ou enfrentar a realidade como uma coisa banal, e que não exige qualquer esforço.
Portanto, os efeitos negativos da televisão em relação à criança são físicos, intelectuais e psicológicos. Isso ocorre quando não houver uma disciplina educadora. Os males físicos ocorrem, quando a criança passa a evitar as atividades ao ar livre para passar horas na frente da televisão; quando a criança se alimenta às pressas ou de forma irregular, para não perder o programa; muitas horas de ociosidade e a possibilidade de ficar comendo e bebendo, torná-la-á molenga e obesa.

O desenvolvimento das inteligências é provavelmente o mais prejudicado. A televisão cativa a criança e limita os outros campos de interesse, de estimulação e de criatividade. A mensagem é absorvida de maneira atraente e sem esforço, limitando todas as demais áreas.

Grande parte da juventude atual não sabe se comunicar por intermédio da escrita, e sua expressão oral é muito pobre, como resultado de uma verdadeira desestruturação do pensamento. As provas disso estão nos vestibulares e nas notas de português e de literatura portuguesa. Por isso, já existe um despertar dos educadores em tentar uma troca da televisão pelas leituras, pois constataram que as crianças estavam cada vez lendo menos.

Portanto, os pais que pensam que não devem limitar as horas e os programas de televisão aos quais os filhos assistem, é bom lembrar que as crianças podem ser afetadas de várias formas: elas podem se deixar envolver pelo clima de violência, terror, crime e erotismo que vêem no vídeo, sem na maioria da vezes saberem distinguir a realidade da fantasia. São comuns os casos de crianças que têm distúrbios no sono, tais como medo do escuro, de ficar sozinhos no quarto, pesadelos, cujas causas podem ser encontradas nos programas assistidos durante o dia.

A criança corre o risco de se identificar com os personagens que admira e teme. Então, ela passa a imitar o herói valente e decidido, quando agride os companheiros e irmãos, e arrisca-se ao envolver-se em brincadeiras perigosas. Como comprovação dessa influência, podemos observar como algumas novelas influenciam na moda popular em geral.

Devemos concluir, entendendo o que todo mundo adulto sabe: a televisão é apenas um aparelho eletrônico, incapaz de sozinha funcionar. O problema é humano e os pais não podem oferecer passivamente aos filhos os programas nocivos apresentados diariamente. Devem sim, procurar conversar mais, ler mais com os filhos e procurar acompanhar com mais atenção o que eles assistem.

De uma coisa a maioria dos pesquisadores estão de acordo, no íntimo da criança, se bem orientada, vai gostar mais de outras formas de lazer que não seja a televisão. Para isso é necessário que os pais os conduzam com dedicação e motivação. Todo o mal está no tipo de programa que é assistido e nos excessos de horas que passam na frente da televisão. 

FONTE: ACIDEZ MENTAL


Post original do Blog InetPontal > Veja este e outros post's acesse:
http://inetpontal.blogspot.com/2011/11/influencia-da-tv-na-vida-da-crianca.html



Assuntos Relacionados

dicas notícias


Seja a primeira a comentar

Publicidade

Especiais Vila Mulher

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

50 tons de cinza beyoncé 50 tons de cinza bolo de cenoura bolo de chocolate cabelos curtos casamento cortes de cabelo decoração dieta dukan emagrecer flor de tecido gravidez kama sutra maquiagem penteados perfumes importados pulseiras reciclagem sapatos sexo anal sexo oral tatuagem unhas decoradas