Pontos de bordado a mão.

Seg, 20/08/2012 - 14h16    |   Reportar abuso
Por STELART

Este
ponto é muito próprio e de muito efeito para preencher desenhos de
folhas e pétalas de flores. É feito como o Ponto Apanhado Rumeno, mas os
pontinhos que prendem o fio ao tecido são aqui feitos a intervalos
regulares sobre os fios estendidos de maneira a formar um desenho sobre o
risco a ser preenchido. Os pontinhos devem ser puxados firmemente,
deixando os fios estendidos levemente frouxos entre si.


Escrito por vovó às 06h32 PM








PONTO NÓZIO

Puxe
a agulha no lugar onde será feito o ponto, mantenha a linha presa com o
polegar esquerdo e enrole a linha duas vezes na agulha com em A. Ainda
mantendo a linha presa firmemente, gire a agulha para trás ao ponto de
partida e introduza-a bem junto ao lugar de onde saiu à linha (veja a
seta). Passe a agulha para o avesso do tecido e arremate no caso de um
nozinho só, ou passe para o lugar onde será feito o ponto seguinte, como
em B.


Escrito por vovó às 06h31 PM








PONTO ROCOCO

Faça
um Ponto Atrás do tamanho do Ponto Rococó desejado trazendo a ponta da
agulha para o mesmo lugar de onde ela saiu antes, não puxe a agulha
toda. Enrole a linha ao redor da ponta da agulha tantas vezes quantas
forem necessárias para igualar o espaço do Ponto Atrás. Mantenha o
polegar esquerdo sobre a linha enrolada e puxe a agulha; ainda mantendo o
polegar sobre a linha enrolada, vire a agulha para o mesmo lugar onde
havia sido introduzida (veja a seta) e introduza-a no mesmo lugar (A).
Puxe a linha até o Ponto Rococó ficar reto sobre o tecido. Use uma
agulha de fundo pequeno para permitir sua passagem através da linha
enrolada.


Escrito por vovó às 06h30 PM








POTO ROSETA

Puxe
a agulha na ponta direita da linha superior, passe a linha para o lado
esquerdo do desenho e mantenha-a presa com o polegar esquerdo, introduza
a agulha na linha superior a uma pequena distância de onde saiu e
puxe-a logo acima da linha inferior, passando a linha por baixo da ponta
da agulha (A), e então passe a agulha por baixo da linha superior (B)
sem apanhar o tecido. Este ponto pode ser usado para florzinhas se
trabalhado ao redor de um círculo, ou para barrinhas quando feito em
linha reta.


Escrito por vovó às 06h29 PM








PONTO MOSCA

Puxe
a agulha no alto à esquerda e prenda a linha com o polegar esquerdo;
introduza a agulha à direita no mesmo nível a uma pequena distância de
onde a linha saiu e faça um pontinho para baixo em direção ao centro com
a linha abaixo da agulha. Puxe a agulha e introduza-a novamente abaixo
do ponto, no centro (A) e puxe-a em posição para o ponto seguinte. Este
ponto pode ser feito individualmente ou em carreiras horizontais (A) ou
verticais (B).


Escrito por vovó às 06h28 PM








PONTO CADEIA

Puxe
a agulha no alto da linha e mantenha-a presa com o polegar esquerdo.
Introduza a agulha no mesmo lugar de onde saiu à última vez e puxe-a a
uma curta distância, mantendo o fio por baixo da ponta da agulha.

Puxe
a agulha no alto da linha e mantenha-a presa com o polegar esquerdo.
Introduza a agulha no mesmo lugar de onde saiu à última vez e puxe-a a
uma curta distância, mantendo o fio por baixo da ponta da agulha.


Escrito por vovó às 06h27 PM








PONTO MARGARIDA

Faça
este ponto com o Ponto de Cadeia (A), mas prenda cada laçada com um
pontinho (B). Este ponto pode ser feito individualmente ou em grupos
para formar pétalas de flores.


Escrito por vovó às 06h26 PM








PONTO ARESTA

Fig.
A - Puxe a agulha no centro superior do desenho, mantenha o fio para
baixo com o polegar esquerdo, introduza a agulha um pouco à direita no
mesmo nível e faça um pontinho para baixo até o centro, conservando a
linha por baixo da ponta da agulha. A seguir, introduza a agulha um
pouco à esquerda no mesmo nível e faça um ponto para o centro,
conservando a linha por baixo da ponta da agulha. Faça estes dois
movimentos alternadamente. Fig. B - Mostra o Ponto de Aresta Duplo, no
qual dois pontos são feitos para a direita e para a esquerda
alternadamente.


Escrito por vovó às 06h25 PM








PONTO PÉ DE GALINHA

Este
ponto consiste de três Pontos Retos de tamanho igual, partindo do mesmo
lugar central - A. Puxe a agulha em A e faça um ponto Reto até B. Puxe a
agulha novamente em A e faça outro Ponto Reto até C. Repita novamente
em D e puxe a agulha em E para começar os seguintes três pontos. O ponto
Central segue a linha do desenho. O ponto pode também ser trabalhado em
tecido para bordado sobre fios contáveis.


Escrito por vovó às 06h24 PM








PONTO MATIZ

Este
ponto que tem forma do Ponto Cheio é freqüentemente usado para encher
um desenho considerado muito grande ou muito irregular para ser coberto
com Ponto Cheio. É também usado para dar o efeito sombreado. Na primeira
carreira, os pontos são alternadamente longos e curtos e bem unidos
para seguir o contorno do desenho. Os pontos das carreiras seguinte são
feitos de maneira a dar ao trabalho uma superfície uniforme e macia. O
diagrama mostra como o efeito da matiz e sombra pode ser conseguido.


Escrito por vovó às 06h22 PM








PONTO CHEIO

Borde
como se fossem Pontos Retos feitos bem unidos de lado a lado de um
desenho, conforme mostrado no diagrama. Se preferir faça primeiro um
enchimento de Ponto de Alinhava ou de Ponto Cadeia por baixo. Isto dá um
efeito de relevo.

É necessário que a beirada fique perfeita. Não faça os pontos muito longos, para que não sejam puxados para fora de lugar.


Escrito por vovó às 06h21 PM








CORDONÊ

Puxe
os fios soltos em A e prenda-os com o polegar esquerdo, e então, puxe a
agulha com a linha em A e faça pequenos Pontos Cheios bem unidos sobre
fios soltos, seguindo a linha do desenho. Para arrematar, passe os fios
soltos para o avesso do tecido. Este ponto parece um cordão fino e é
muito útil para bordar hastes e contornos delicados.


Escrito por vovó às 06h20 PM








PONTO PEQUINÊS

Faça
o Ponto Atrás normal e então entrelace-o com linha da mesma cor ou
diferente. O ponto é mostrado aberto no diagrama, mas as laçadas devem
ser puxadas levemente ao serem feitas.


Escrito por vovó às 06h19 PM








PONTO HASTE


Trabalhe
da esquerda para a direita fazendo pontos levemente inclinados,
regulares, ao longo da linha do desenho. O fio sai sempre à esquerda do
ponto anterior. Esse ponto é usado para hastes de flores, contornos etc.
Pode também ser usado como uma cobertura; carreiras de Ponto de Haste
feitas bem juntas dentro de um desenho até cobri-lo completamente.


Escrito por vovó às 06h18 PM










Post original do Blog Stelart > Veja este e outros post's acesse:
http://feedproxy.google.com/~r/blogspot/EqbWd/~3/OV8YGs-DVHA/pontos-de-bordado-mao.html



Assuntos Relacionados

a arte do bordado


Seja a primeira a comentar

Publicidade

Especiais Vila Mulher

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

50 tons de cinza beyoncé 50 tons de cinza bolo de cenoura bolo de chocolate cabelos curtos casamento cortes de cabelo decoração dieta dukan emagrecer flor de tecido gravidez kama sutra maquiagem moda das famosas penteados perfumes importados pulseiras reciclagem sapatos sexo anal sexo oral tatuagem unhas decoradas